Dermatologia Cirúrgica

São José do Rio Preto

Dra. Aline M. Franzotti Chammas
Dermatologista

CRM: 134350 | RQE: 49830

Assista ao Vídeo

Dermatologia Cirúrgica
Diagnósticos e Tratamentos

Biópsia de pele

Biópsia de Pele

É um procedimento cirúrgico no qual se colhe uma amostra de tecidos ou células para posterior estudo em laboratório, tal como a evolução de determinada doença crônica. É realizado sob anestesia local e o fragmento de pele é retirado com bisturi ou punch (instrumento cortante semelhante a um canudo). É necessário o uso de sutura (pontos) para o fechamento da ferida resultante e os pontos são retirados em cerca de 7 dias. Em alguns casos de biópsia com punch de diâmetro pequeno, a sutura pode ser dispensada.

A vantagem da biópsia de pele é que ela é rápida. Esse exame leva menos de meia hora para ser feito e não requer nenhum preparo antes do procedimento (exceto não utilizar remédio sobre a lesão durante 20 a 30 dias)

Excisão Cirúrgica

Remoção de:

A excisão é um procedimento realizado para remover uma lesão de pele, que pode ser benigna ou maligna. Feita com anestesia local, quando se trata lesões pequenas, normalmente é uma técnica ambulatorial. O dermatologista, ao medir a área a ser removida, inclui uma margem de segurança. Em seguida, limpa a região tratada e aplica uma injeção com anestésico no local da lesão a ser removida.

A remoção pode ser feita com bisturi até a camada gordurosa da pele, assim, o profissional se certifica de que todo o material foi retirado. Em seguida, ele deverá ser enviado a um laboratório para análise patológica.  O fechamento da ferida cirúrgica se faz com pontos e curativos. Após um período de sete a 14 dias, os pontos são removidos, dependendo da localização e se os fios não estiverem sob tensão (muito esticados), pois se corre o risco de a ferida cirúrgica se abrir

A excisão cirúrgica é indicada para a remoção de tumores benignos e malignos. O exame pode ser realizado para diagnosticar todo tipo de doença de pele: tumores benignos, malignos, doenças inflamatórias (psoríase, por exemplo) ou infecciosas (hanseníase, por exemplo).

Excisão Cirúrgica

Crioterapia

Crioterapia

Crioterapia, também conhecida como criocirurgia, é um processo terapêutico baseado no tratamento de lesões pelo frio. O resfriamento rápido da pele provoca inúmeras alterações imunológicas e destruição dos tecidos, inclusive, podendo induzir à morte celular programada (apoptose). Vários agentes químicos diferentes podem ser utilizados para se conseguir o resfriamento abrupto da pele. O mais comumente usado é o nitrogênio líquido, na temperatura de -195,8ºC. É um método seguro, limpo, rápido e altamente eficaz, quando bem indicado e corretamente utilizado.

Pode ser utilizada como tratamento para alguns tipos de carcinoma basocelular e em inúmeras doenças inflamatórias. Presta-se muito bem para tratamento de ceratoses actínicas e seborreicas, verrugas e lentigos solares.

Eletrocauterização

 Eletrocauterização, ou simplesmente cauterização, é um procedimento cirúrgico destrutivo. Para que seja realizado, é necessário primeiro limpar o local da excisão; em seguida, aplica-se uma injeção local de  anestésico.

A lesão é carbonizada por eletricidade e calor, sendo que o material pode ser coletado e enviado para análise patológica ou não. A recuperação é rápida. Normalmente o paciente retoma as suas atividades no mesmo dia, e o ferimento cicatriza em até quinze dias. É recomendado não expor a área ao sol por dois meses.

Na dermatologia cirúrgica, a eletrocauterização. Utilizada para retirar alguns tipos de tumores benignos e alguns tipos de cânceres da pele. Também pode ser realizada para retirar também lesões benignas da pele, como hiperplasias sebáceas e ceratoses seborreica

Eletrocauterização

Correção de Cicatrizes​

Correção de Cicatrizes​

A cirurgia de correção de cicatriz reduz a cicatriz de modo que fique mais uniforme com o tom de pele e a textura circundante. Para tratamento de cicatrizes de acne geralmente é necessário associação de técnicas para um melhor resultado. Podemos associar microcirurgia, dermoabrassão, peelings químicos, IPCA e laseres.

É a injeção de substâncias dentro das lesões com finalidade terapêutica. Muito utilizada para tratamento de quelóides e alopecia areata

Veja outras especialidades:

Dermatologia Capilar

Dermatologia Clínica

Dermatologia Pediátrica