Abdominoplastia

São José do Rio Preto

Dr Danilo Chammas
Cirurgião Plástico

CRM: 134452 | RQE: 50228

Assista ao Vídeo

Clique para agendar

Clique para agendar

Perguntas e respostas sobre Abdominoplastia

A abdominoplastia é uma cirurgia plástica abdominal para retirada do excesso de pele na região.

 Ela pode ser realizada em homens e mulheres que desejam corrigir diferentes condições, como:

  • Flacidez: pessoas com excesso de flacidez no abdômen e que não conseguem eliminá-la com métodos como dietas, exercícios físicos ou outros procedimentos estéticos;
  • Estrias: o excesso de estrias na região do abdômen também pode ser eliminado com o procedimento caso esteja associado com a flacidez;
  • Diástase: consiste na separação entre os músculos reto-abdominais 
  • Fraqueza na musculatura: pacientes com fraqueza dos músculos na região abdominal também podem submeter-se à cirurgia para promover a estabilização da parede abdominal.

Apesar de não serem os únicos casos, essas situações são comuns em pós-gestações,  pacientes que realizaram a cirurgia bariátrica ou que perderam muito peso em pouco tempo.

Fatores genéticos também estão relacionados à maior predisposição ao acúmulo de pele e flacidez na região abdominal.

É importante que o paciente antes de entender a cirurgia plástica do abdômen como a mais recomendada avalie as diferentes contraindicações da técnica que incluem:

  • Mulheres que desejam engravidar futuramente pois a gestação pode comprometer os resultados alcançados;
  • Realização de cirurgias prévias na região, principalmente se houver cicatrizes transversas no abdômen;
  • Pacientes com doenças do colágeno, condição autoimune que afeta o tecido conjuntivo do corpo;
  • Pacientes com doenças cardíacas, diabetes ou hipertensão sem o controle medicamentoso;
  • Fumantes.

Destaca-se que sempre é recomendado que a avaliação seja realizada por um cirurgião plástico de confiança, apenas ele poderá confirmar se o quadro do paciente viabiliza a realização da técnica.

A abdominoplastia não é considerada uma técnica de emagrecimento.

Existem outras variações desse procedimento. Saiba mais sobre elas:

  • Abdominoplastia clássica: é o método mais tradicional, que tem como objetivo a remoção do excesso de pele e a correção da flacidez muscular. Ela é recomenda para pacientes com grande sobra de pele e um afastamento significativo dos músculos abdominais;
  • Abdominoplastia extensa: além da remoção do excesso de pele e da correção da flacidez abdominal, essa cirurgia também remove os excessos localizados nas laterais, quadris e lombar, por isso a incisão é maior. É uma cirurgia bastante procurada depois da gestação;
  • Miniabdominoplastia: é uma cirurgia menor em comparação ao método clássico, indicada para pacientes que querem ou precisam eliminar apenas excesso de pele gordura abaixo do umbigo, na região chamada de “pé da barriga”. Sua recuperação é mais rápida;
  • Lipoabdominoplastia: associa a abdominoplastia com a lipoaspiração, indicada para pacientes que têm uma camada de gordura mais espessa no abdômen. Remove os excessos de gordura da barriga, cintura e dorso, remodelando a silhueta.

Enquanto a abdominoplastia tem como objetivo corrigir a flacidez e reposicionar os músculos, a lipoaspiração promove a remoção da gordura localizada. A lipo é feita por meio da inserção de cânulas que sugam o excesso de tecido adiposo.

Esses dois procedimentos podem ser associados para promover uma cirurgia ainda mais completa, proporcionando resultados melhores aos pacientes quando necessário.

Nem sempre a abdominoplastia corrige este excesso. Vai depender do seu tipo de tronco (conjunto tórax + abdome). Se ele for do tipo curto, dificilmente será corrigido. Sendo do tipo longo, o resultado será mais favorável. Também tem grande importância no resultado da abdominoplastia a espessura do panículo adiposo (quantidade de gordura) sobre esta região.A abdominoplastia não diminui a espessura da gordura que ficará constituindo o novo abdome, porém a perda de peso ou uma lipoaspiração poderá ser realizada visando deixá-lo menos espesso.

A cicatriz da abdominoplastia localiza-se horizontalmente logo acima da implantação dos pelos pubianos, estendendo-se lateralmente, e será maior ou menor dependendo do volume a ser corrigido. Esta cicatriz é desenhada com o objetivo de ficar sob as roupas de banho.As fases da cicatrização são:

  • PERÍODO IMEDIATO: Dura até o 30º dia e tem um aspecto excelente e pouco visível. Alguns casos apresentam discreta reação aos pontos ou ao curativo.
  • PERÍODO MEDIATO. Vai do 30º dia até o 12º mês. Neste período acontece um espessamento natural da cicatriz, e mudança na tonalidade de sua cor, passando de “vermelho” para o “marrom”, que vai, aos poucos, clareando. Não temos como apressar o processo natural da cicatrização, mas recomendamos alguns cuidados às pacientes, porém o tempo se encarregará de amenizar os vestígios da cicatriz.
  • PERÍODO TARDIO: Vai do 12º ao 18º mês. A cicatriz começa a tornar-se mais clara e menos consistente chegando, assim, no seu aspecto definitivo. Qualquer avaliação do resultado definitivo de uma cicatriz deverá ser feita após esta fase.

Neste tipo de cirurgia de abdômen nunca se deve considerar como definitivo qualquer resultado, antes de 12 a 18 meses de cirurgia. Nos primeiros meses, o abdômen apresentará uma insensibilidade relativa, e períodos de “inchaço”, que só regredirá com o passar dos meses. Nesta fase, ficará com aspecto de “esticado” ou “plano” e com o decorrer dos meses vai gradativamente atingindo o resultado definitivo.

Sim. A abdominoplastia não te impedirá de ter outros filhos. Quanto ao resultado, provavelmente será perdido. Orientamos, que tenha todos os filhos antes de se submeter a uma abdominoplastia abdominal para se evitar este prejuízo.

O período de internação é aproximadamente de 24h (em uma evolução normal).

A cirurgia dura em torno de 3 a 4 horas.

Sim, são utilizados curativos, mas são retirados após 24h. Utilizamos um dreno que é retirado em geral após 5 a 7 dias. O objetivo do dreno na abdominoplastia é evitar o acúmulo excessivo de líquidos nos primeiros dias de pós-operatório.

Sim. Na abdominoplastia a drenagem linfática é obrigatória. Iniciamos em torno de 5 a 7 dias de pós-operatório.

A abdominoplastia não tem por objetivo a eliminação de peso. Haverá sim uma redução do volume abdominal. Quando o paciente está com o peso acima do normal, o resultado também será compensatório e proporcional ao restante do corpo; entretanto, vale a pena lembrar que “excesso de gordura” em outras regiões vizinhas do abdome ainda existirão, como na cintura e flancos.

  • Comunicar-se conosco até 2 dias antes da cirurgia, em caso de gripe, indisposição, etc.
  • Internar-se no hospital indicado e no horário pré-estabelecido, em jejum de 8h, inclusive de água.
  • Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito pesadas, na véspera da cirurgia.
  • Evitar medicamentos para emagrecer, por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico.
  • Programar um repouso domiciliar por um período de aproximadamente 2 semanas.
  • Evitar esforços por 15 a 30 dias. Não pegar peso algum por 30 dias.
  • Retirar os curativos com 48h e tomar banho completo.
  • Em casos de pacientes muito obesos, poderá ocorrer, após o 8º dia, a eliminação de certa quantidade de líquido amarelado por um ou mais pontos de cicatriz. Não se preocupe se isto lhe ocorrer. Chamamos de “lipólise”, que não significa absolutamente complicação.
  • Alimentação normal evitando apenas alimentos que causem acúmulo de gases. Prefira alimentos com fibras que regularizam a função intestinal.
  • Usar a cinta recomendada por 30 dias, retirando-a apenas para o banho.
  • Drenagens linfáticas são recomendadas e indicamos após o 4º dia.

Veja outros tratamentos

Rinoplastia

Lipoaspiração

Prótese Mamaria